sicnot

Perfil

Economia

Parlamento Europeu quer ouvir Centeno sobre suspensão de fundos

FILIP SINGER

Parlamento Europeu decidiu hoje continuar o diálogo estruturado sobre a suspensão de fundos a Portugal e quer ouvir o ministro das Finanças, Mário Centeno, ainda este mês.

A decisão foi tomada, hoje, pela conferência dos presidentes do PE, depois de na segunda-feira, as comissões do Desenvolvimento Regional (RegiI) e dos Assuntos Económicos (Econ) terem recomendado a continuação do processo consultivo.

As comissões parlamentares diretamente envolvidas no diálogo estruturado - cuja primeira etapa foi uma audição pública, na segunda-feira, com os comissários europeus Corina Cretu (Política Regional) e Jyrki Katainen (Crescimento, Emprego e Investimento) -- querem ouvir os ministros das Finanças de Portugal e Espanha até final do mês.

Os eurodeputados poderão ainda pedir informações adicionais à Comissão Europeia.

A suspensão dos fundos está integrada no Procedimento por Défice Excessivo, no âmbito do qual foram canceladas as multas a Portugal e Espanha, mantendo-se o processo de congelamento parcial de fundos estruturais e de investimento, incontornável por ser automático.

Bruxelas avalia, no dia 15, os planos orçamentais e os relatórios - de Lisboa e Madrid - sobre o cumprimento das recomendações feitas pelos ministros das Finanças dos 28, a 08 de agosto.

A conferência dos presidentes do PE é composta pelo presidente da instituição, Martin Schulz, e pelos líderes dos grupos políticos.

Lusa

  • Barco naufraga no Brasil, pelo menos sete mortos

    Mundo

    Uma embarcação com cerca de 70 pessoas a bordo naufragou na terça-feira no rio Xingú, no estado brasileiro do Pará. Pelo menos 25 pessoas foram resgatadas com vida, há sete mortos confirmados.

    Em atualização

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19