sicnot

Perfil

Economia

Ryanair com quatro novas rotas a partir do Porto no verão de 2017

A Ryanair anunciou hoje que vai reforçar a operação de verão no Porto com quatro novas rotas para Birmingham, Edimburgo, Cracóvia e Nuremberga, estimando transportar quatro milhões de clientes/ano e contribuir com três mil empregos naquele aeroporto.

A companhia low-cost [transportadora de baixo custo] afirmou que este será "o maior" calendário de sempre nesta região, que inclui as quatro novas rotas para Birmingham (Inglaterra), Edimburgo (Escócia), Cracóvia (Polónia) e Nuremberga (Alemanha) e o reforço de frequências para o Luxemburgo, Milão Malpensa (Itália), Terceira (Açores) e Varsóvia (Polónia).

Com a nova estratégia, a companhia aérea estima "transportar quatro milhões de clientes por ano e apoiar três mil empregos no Aeroporto Sá Carneiro", declarou o presidente do Conselho de Administração, Michael O´Leary, numa conferência de imprensa que decorreu esta manhã na Câmara Municipal do Porto.

As intenções da Ryanair são voar duas vezes por semana para cada um dos novos destinos - Birmingham, Edimburgo, Cracóvia e Nuremberga - e voar "cinco vezes por semana" para o Luxemburgo, quatro vezes por semana para Milão Malpensa, duas vezes por semana para a ilha da Terceira e outras duas vezes para Varsóvia.

O administrador da Ryanair anunciou também que "espera que a média de tarifas se reduza entre 10% a 12% em seis meses até março de 2017".

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, presente na conferência de imprensa, referiu, por seu turno, que para o Porto é "muito importante" ter ligações diretas à Europa, designadamente para "cidades de média dimensão, semelhantes ao Porto".

"Olhamos para a Ryanair como o grande operador do Aeroporto do Porto neste momento e vemos a companhia como uma transportadora de turistas para o norte de Portugal e também como uma verdadeira ponte aérea para muitos dos destinos europeus com importância económica para a cidade", lê-se na nota de imprensa entregue à comunicação social.

Rui Moreira sublinhou que, apesar de todos os destinos serem importantes, uma das rotas essenciais para o Porto é a ligação a Milão Malpensa, tanto por causa dos "negócios", como por causa dos emigrantes".

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.