sicnot

Perfil

Economia

BPI cede maioria do Banco de Fomento de Angola à Unitel

A Unitel vai passar a controlar a maioria do capital do Banco de Fomento Angola (BFA), depois de expressar o seu acordo com os termos propostos pelo BPI em meados de setembro, anunciou hoje a instituição bancária portuguesa.

Em comunicado colocado hoje no sítio na internet da Comissão do Mercado de valores Mobiliários, o BPI detalhou que aquele acordo vai traduzir-se na venda de 2% do capital social do BFA à Unitel, que passa a ter 51,9% e o BPI 48,1%.

Esta operação depende de algumas condições, designadamente o recebimento pelo BPI do preço acordado (28 milhões de euros), em Portugal.

Lusa

  • BPI com lucros de 105,9M€ no primeiro semestre

    Economia

    O Banco BPI registou um resultado líquido de 105,9 milhões de euros entre janeiro e junho, uma subida homóloga de 39,1% face ao lucro apurado em igual período do ano passado, revelou hoje a instituição. A atividade doméstica deu um contributo de 24,5 milhões de euros e a atividade internacional de 81,4 milhões de euros, dos quais 79,1 milhões de euros provenientes do Banco de Fomento Angola (BFA).

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis - avaliação interna ao FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela 'troika' em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),

  • 64, 65 ou 73, afinal quantas são as vítimas de Pedrógão?
    1:27
  • Enfermeiros suspendem greve e protesto

    País

    Os enfermeiros decidiram esta segunda-feira suspender a greve de zelo e o protesto contra o não pagamento do trabalho especializado, devido ao compromisso do Governo de iniciar negociações sobre matérias como horários de trabalho e remunerações, indicou fonte sindical.

  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC