sicnot

Perfil

Economia

Marcelo chama atenção para importância da "estabilidade fiscal"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, chamou hoje a atenção para a importância da "estabilidade fiscal" para o investimento, numa declaração ao jornal económico online Eco.

Num vídeo colocado na página do jornal em que, segundo explica o Eco, foi convidado a "enunciar as prioridades que gostaria de ver respondidas" no Orçamento do Estado do próximo ano, Marcelo Rebelo de Sousa fala na necessidade de haver "uma atenção à estabilidade fiscal, que é uma estabilidade importante em termos de investimento".

O Presidente afirma que "o futuro imediato" de Portugal "levanta vários desafios", sendo o primeiro "continuar a manter o rigor (...) para que se aponta este ano e no ano que vem a nível orçamental".

"Mas juntar a esse rigor, para além de justiça social, a preocupação do crescimento económico e da criação de emprego. O que significa, em última análise, o fomento das exportações e a confiança necessária para mais investimento interno e externo. São prioridades comuns a toda a sociedade portuguesa, que depois têm consequências no plano orçamental quando se pensa no equilíbrio a estabelecer entre uma contenção apreciável de despesas", acrescenta.

"E também uma atenção à estabilidade fiscal, que é uma estabilidade importante em termos de investimento", enumera ainda.

O Presidente acrescenta que o momento atual do país também "convida a uma preocupação" que tem tido "desde o início do mandato, que é a da estabilidade política, da estabilidade institucional, da inexistência de crises, da discrispação, da distensão do diálogo entre partidos e parceiros económicos e sociais".

O jornal Eco arrancou hoje, numa "ocasião muito importante da vida mundial, europeia e nacional", segundo Marcelo Rebelo de Sousa, para quem, no contexto internacional, "uma série de acontecimentos políticos", que não concretiza, "poderão vir a condicionar a situação económica, financeira e social por todo o mundo".

Em relação à "encruzilhada" da Europa, diz ser preciso "avançar com respostas para problemas como as migrações, os refugiados, a circulação interna, Schengen e a própria afirmação externa da União".

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Mulheres heterossexuais têm menos orgasmos que as lésbicas

    Mundo

    As mulheres heterossexuais têm menos orgasmos que as lésbicas ou bissexuais, ou mesmo que todos os homens hetero, homo ou bissexuais. O estudo que dá conta desta realidade revela também o que fazer para aumentar as hipóteses de uma mulher alcançar um orgasmo.

  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.