sicnot

Perfil

Economia

Samsung manda recolher todos os Galaxy Note 7

© Kim Hong-Ji / Reuters

A Samsung Electronics indicou esta segunda-feira a todos os seus representantes no mundo que parassem as vendas e substituições do smartphone Galaxy Note 7. Em causa estão as notícias de que as unidades de substituição também se incendiavam.

Numa declaração escrita, o maior fabricante mundial de smartphones justificou a suspensão para autorizar "mais investigações" às questões de segurança, com as entidades de regulação relevantes.

A empresa sul coreana foi obrigada a retirar este modelo do mercado a 2 de setembro e a pedir a devolução de 2,5 milhões de exemplares espalhados pelo mundo, confirmando o registo de 35 casos em que houve explosão dos telemóveis durante o carregamento, devido a problemas na bateria.

Contudo, registaram-se novos incidentes com os aparelhos substitutos, o que levou a Samsung a suspender a produção.

Com Lusa

  • Hospitais vão ser penalizados se não cumprirem tempos de espera
    2:37

    País

    O Ministério da Saúde vai penalizar os hospitais que não cumprem os tempos de espera nas urgências e que tenham taxas elevadas de cesarianas. O novo modelo de financiamento prevê ainda linhas de financiamento próprio para a obesidade e rastreios do cancro do cólon e do colo do útero.

  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26