sicnot

Perfil

Economia

"Ainda bem que o azar aconteceu no nosso tempo"

"Ainda bem que o azar aconteceu no nosso tempo"

O ministro do Ambiente diz que desde 2011 se alertava para a falha de bilhetes no Metro de Lisboa. Ouvido esta manhã no Parlamento, João Matos Fernandes elogiou a capacidade de resposta dos funcionários da empresa e considerou que as consequências seria mais graves caso a situação tivesse ocorrido no anterior governo.

Frisando que "nunca faltaram bilhetes", o governante admitiu que os trabalhadores "já tinham alertado para esta situação" e que "desde 2011 era sabido que [os bilhetes] dependiam de um só fornecedor".

O ministro do Ambiente afirmou que o sistema de bilhética do Metro e da Carris estão a ser renovados porque os atuais "sistemas de leitura de bilhetes são diferentes" e que assim que terminar o período de testes essas empresas "podem passar a receber cartões vindos de outros fornecedores".

Com Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.