sicnot

Perfil

Economia

Administração do BPI considera OPA do CaixaBank "oportuna" e "amigável"

O Conselho de Administração do BPI considera que a Oferta Pública de Aquisição (OPA) lançada pelo espanhol CaixaBank é "oportuna", na medida em que "pode reforçar a capacidade" do banco para enfrentar os desafios e oportunidades do setor.

"O Conselho de Administração entende que a Oferta do CaixaBank é oportuna, na medida em que pode reforçar a capacidade do BPI para enfrentar os desafios e oportunidades que se colocam ao setor bancário, designadamente a pressão significativa sobre as fontes de receitas, crescentes exigências de capital, aumento dos custos regulatórios, transformação digital e consolidação", lê-se no relatório do Conselho de Administração divulgado esta quinta-feira.

No documento, divulgado através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Conselho de Administração considera a oferta "amigável, por provir de uma instituição financeira de grande credibilidade, que é acionista do BPI desde 1995", e avalia a consolidação do BPI no CaixaBank como "potencialmente positiva".

Esta consolidação poderá contribuir, segundo o Conselho de Administração, para "o BPI manter o seu estatuto como entidade independente", as suas parcerias de banca/seguros com o Grupo Allianz e os "princípios que tem seguido na sua política de recursos humanos".

O Conselho de Administração afirma também que, "no momento atual, a determinação de um preço para o BPI é particularmente difícil, tendo em conta alguns fatores que não tem possibilidade de quantificar".

Em 21 de setembro, o CaixaBank lançou uma nova OPA sobre a totalidade do capital do BPI, oferecendo 1,134 euros por cada ação.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.