sicnot

Perfil

Economia

Pescadores esperam aumento da quota da sardinha em 2017

© Tyrone Siu / Reuters

A frota de cerco vai suspender a pesca da sardinha a partir de quarta-feira mas espera poder aumentar a quota para mais 3 a 4 mil toneladas a partir de 2017, atendendo à "boa" recuperação do recurso.

A expectativa é, "no mínimo", mais 3 a 4 mil toneladas de sardinha para os pescadores portugueses, embora para o setor "o ideal" fosse ir até às 20 mil toneladas, disse à Lusa o presidente da Associação das Organizações de Produtores da Pesca do Cerco (uma arte de pesca dirigida a espécies como a sardinha, o carapau ou a cavala), Humberto Jorge.

A quota de sardinha ibérica, gerida em conjunto por Portugal e Espanha, fixou-se este ano nas 17 mil toneladas, cabendo a Portugal cerca de dois terços do total, ou seja, aproximadamente 11.500 toneladas, um valor inferior às 13.500 toneladas atribuídas em 2015.

No entanto, o facto de a pesca ter começado mais tarde (em maio) e de o limite de capturas diárias ter sido reduzido permitiu prolongar as capturas até meados de outubro.

"A quota esfumou-se em pouco tempo", desabafou Humberto Jorge, sublinhando que "não houve um aumento" das possibilidades de captura em 2016.

Apesar de tudo, os pescadores não foram penalizados no rendimento, beneficiando da concentração da pesca num período mais curto e "na época em que a sardinha é mais valorizada", ou seja, nos meses de junho, julho e agosto.

Segundo adiantou o responsável da Anopcerco, a pesca dirigida à sardinha vai ser proibida às 00:00 de quarta-feira, sendo apenas permitidas capturas acessórias, que não podem ultrapassar 5% das capturas a bordo até um máximo de 150 quilos.

Humberto Jorge lamentou a escassez de apoios aos pescadores, salientando que, em alguns portos, onde a principal espécie é a sardinha, as embarcações "ficam imobilizadas muito tempo".

Após o esgotamento da quota, seguem-se períodos de defeso e de capturas condicionadas, pelo que "o mais previsível é só recomeçar a pesca da sardinha em maio de 2017".

Para o ano, "se tudo correr de acordo com os pareceres científicos que demonstram que o recurso está a recuperar", os pescadores de sardinha esperam ter boas novidades e conseguir um aumento da quota.

Fonte do ministério do Mar disse à Lusa que vão ser adotadas medidas de apoio socioeconómico, com financiamento do programa comunitário MAR2020, "contemplando uma paragem da frota de cerco nos meses de novembro e dezembro", mas não se pronunciou sobre a possibilidade de aumento da pesca da sardinha em 2017.

Lusa

  • "PCP não é força de suporte do Governo"
    2:11

    País

    Ao segundo dia de congresso comunista, ouviu-se o aviso mais forte, até agora, ao PS. João Oliveira, líder parlamentar do partido, diz que o PCP não se diluiu e que não é suporte do Governo. Já Jerónimo de Sousa deixou elogios à excelente geração de jovens que estão na frente política do PCP.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.