sicnot

Perfil

Economia

EUA incluem portal chinês entre entidades que vendem produtos falsos

O Governo dos Estados Unidos incluiu o portal chinês de comércio eletrónico Taobao, do grupo Alibaba, numa lista de entidades que promovem falsificações e pirataria, numa decisão que a empresa sugere ter motivações políticas.

Um relatório do Gabinete do Representante do Comércio Externo (USTR) dos EUA colocou o Taobao como uma das plataformas que facilitam as violações dos direitos de propriedade intelectual, quatro anos após ter excluído a empresa daquela categoria.

"Questionamos se o USTR atuou com base em factos reais ou foi influenciado pelo atual clima político", disse o Presidente do grupo Alibaba, Michael Evans, em comunicado.

"Estamos muito mais eficazes e avançados na proteção dos direitos de propriedade intelectual do que quando o USTR nos tirou da lista há quatro anos. A decisão ignora o trabalho feito pelo Alibaba", aponta.

Também na China o Alibaba foi acusado de vender produtos contrafeitos, segundo um relatório conjunto da Administração Estatal da Indústria e Comércio e da Associação de Consumidores, difundido no ano passado.

O relatório detalha que 41% dos produtos vendidos através das plataformas digitais chinesas são cópias.

Em maio, a Coligação Internacional Antifalsificações, dedicada à perseguição da pirataria e dos produtos falsos, suspendeu o Alibaba, devido às "preocupações" manifestadas por outros membros.

A empresa chinesa diz que aumentou os esforços para detetar a venda de falsificações nas suas plataformas, nos últimos anos, através da cooperação com a polícia chinesa ou a organização de encontros com grandes marcas internacionais.

"As mais de 100.000 marcas que operam no Alibaba não podem estar todas enganadas. É uma demonstração clara de confiança que os titulares dos direitos depositam em nós", afirmou Evans.

Lusa

  • "Joguem à bola"
    1:35

    Desporto

    Cerca de uma centena de adeptos do Sporting esperaram até perto das 3:00 pela chegada da equipa ao estádio de Alvalade. Depois da eliminação da Taça de Portugal, em Chaves, foi necessário o reforço policial para garantir a segurança da comitiva leonina.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Obama encurta pena de delatora do Wikileaks
    1:45
  • Putin sai em defesa de Trump
    2:29

    Mundo

    Vladimir Putin já saiu em defesa de Donald Trump e diz que houve uma tentativa de minar o Presidente eleito dos Estados Unidos, através de um alegado relatório, atribuido à espionagem russa. Putin diz que o relatório é falso.