sicnot

Perfil

Economia

Governo italiano aprovou decreto para resgatar bancos

© Alessandro Bianchi / Reuters

O Governo italiano aprovou, na noite de quinta-feira, um decreto que destina 20 mil milhões de euros para apoio de instituições bancárias com problemas financeiros, como o Banca Monte dei Paschi di Siena (MPS).

Depois de um conselho de ministros extraordinário que começou às 22:35 (hora de Lisboa) de quinta-feira, o primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, confirmou, em conferência de imprensa, a aprovação do mencionado decreto, para o qual já tinha obtido a aprovação parlamentar na quarta-feira.

A reunião do governo decorreu da incapacidade de o banco conseguir os cinco mil milhões de euros necessários à sua recapitalização.

O terceiro estabelecimento financeiro italiano e o mais antigo do planeta está, desde há meses, no centro das inquietações com o sistema bancário italiano, devido em particular ao peso da sua carteira de crédito malparado, empréstimos que provavelmente nunca serão reembolsados.

Na quarta-feira, o parlamento aprovou um pedido do governo de aumento da dívida pública em 20 mil milhões de euros, para ajudar os bancos.

Os bancos italianos são fonte de preocupação, tanto devido à sua dispersão - existem cerca de 700 -, como à dimensão do crédito malparado, que está estimado em 360 mil milhões de euros, cerca de um terço do total da Zona Euro, ou ainda ao seu défice de capitalização.

Há anos que o banco MPS alimenta preocupações. Fragilizado pela aquisição desastrosa do banco Antonveneta, depois por um escândalo de corrupção, acumula perdas, que ascenderam a 14 mil milhões de euros, entre 2011 e 2015.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.