sicnot

Perfil

Economia

Ministro das Finanças diz que défice de 2,5% é "uma boa notícia"

(Arquivo)

Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno, congratulou-se esta sexta-feira com o défice que se fixou em 2,5% do PIB até setembro, considerando "uma boa notícia", que permite garantir que o país sairá do procedimento de défice excessivo.

"É uma boa notícia para a economia portuguesa", salientou o governante, numa declaração aos jornalistas, depois da divulgação pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) do défice orçamental das administrações públicas, que se fixou em 3.405,6 milhões de euros até setembro, ou seja, 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Em declarações aos jornalistas, no Ministério das Finanças, Mário Centeno disse que os dados garantem o cumprimento dos compromissos para que o país saia do procedimento de défice excessivo, realçando que "cai assim mais um mito sobre a política orçamental deste Governo".

Para o ministro das Finanças, este caminho de crescimento é "sustentável e saudável".

O INE explica que esta melhoria do saldo foi determinada por um aumento da receita total em 0,8%, mas também por uma diminuição da despesa em 1,1%.

A meta do Governo para a totalidade do ano é de 2,4% do PIB, e a meta fixada por Bruxelas é de 2,5% do PIB.

Lusa

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00