sicnot

Perfil

Economia

Greve nos aeroportos decidida hoje após conversações com Governo

TIAGO PETINGA

A greve do "handling" (assistência em terra) e da segurança nos aeroportos, marcada para a próxima semana, será esta segunda-feira decidida em plenário de trabalhadores, numa altura em que serão apresentados os compromissos assumidos pelo Governo.

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) e o Governo estiveram reunidos na sexta-feira numa longa maratona negocial - que começou de manhã e se prolongou até ao final da tarde - relativa às reivindicações dos trabalhadores do "handling" e da segurança nos aeroportos.

De acordo com o coordenador do Sitava Fernando Henriques, foram assumidos pelo Governo, representado pelo secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d'Oliveira Martins, "um conjunto de compromissos" que serão apresentados aos trabalhadores no plenário de hoje.

Em cima da mesa estiveram as reivindicações dos trabalhadores das empresas de "handling" Groundforce e Portway, que contestam o licenciamento, alegando ser ilegal, da Groundlink e da Ryanair, mas também as pretensões dos trabalhadores das empresas de segurança, Prosegur e Securitas, em negociações para um novo Contrato Coletivo de Trabalho com a Associação de Empresas de Segurança.

Fernando Henriques recusou a possibilidade de tais compromissos levarem à desconvocação dos pré-avisos de greve para a semana entre o Natal e o Ano Novo, referindo que só esta segunda-feira será tomada uma decisão em plenário de trabalhadores.

A greve dos trabalhadores da Prosegur e da Securitas está convocada para 27, 28 e 29 de dezembro e a dos trabalhadores da Groundforce e da Portway para 28, 29 e 30 de dezembro.

A ANA - Aeroportos de Portugal informou que as greves deverão causar constrangimentos nos aeroportos e pediu aos passageiros para chegarem com antecedência e de preferência com bagagem de porão.

Já a Groundforce recomendou aos passageiros que transportem o mínimo de bagagem possível, de forma a minimizar os inconvenientes da greve.

Também as companhias aéreas manifestaram preocupação com o impacto que os protestos terão na semana entre o Natal e Ano Novo, um dos períodos de "pico" de procura na aviação comercial.

Lusa

  • Maria Cavaco Silva "muito espantada" com caso Raríssimas
    0:56

    País

    Maria Cavaco Silva disse hoje que ficou surpreendida e preocupada com as suspeitas de irregularidades na associação Raríssimas. A ex-primeira dama garante que desconhecia a situação e afirma que Portugal não é "abonado" ao ponto de poder desperdiçar o trabalho feito, lembrando que os utentes não podem sofrer com a polémica.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • "O futuro da Autoeuropa não está em causa"
    0:43

    Economia

    O secretário de Estado do Trabalho apelou a que os partidos não se intrometam nas negociações entre os trabalhadores e a administração da Autoeuropa. Em entrevista à Edição da Noite da SIC Notícias, Miguel Cabrita afastou a hipótese de estar em causa o encerramento da fábrica de Palmela. 

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28