sicnot

Perfil

Economia

Professores universitários trabalham sem remuneração

O Jornal de Notícias denunciou esta quarta-feira casos de professores universitários que trabalham sem receber salário. Este ano, na Universidade do Porto, foram contratados 40 professores sem remuneração e na Universidade Nova de Lisboa há "voluntários" a dar aulas.

A Universidade do Porto explica que os contratos sem remuneração se encontram regulados ao abrigo do artigo 28º do Regulamento de Celebração de contratos de Trabalho de Pessoal Docente, já a Nova garante que os professores não remunerados lecionam unidades curriculares criadas "sempre a pedido dos investigadores".

Ao JN, o Ministério da Ciência e Ensino Superior disse que foi aprovado um regime legal que combate a "precariedade do emprego científico" e que esta é uma das principais preocupações do Governo.

Em 2014 a Direção Geral do Ensino Superior confirmou 176 casos a nível nacional, mas o sindicato estima que esse número tenha aumentado em 35%.

  • O dia em que Marcelo apitou um jogo de futebol

    País

    Habituado a ajuizar os momentos de tensão entre Governo e oposição, Marcelo Rebelo de Sousa foi esta quarta-feira árbitro, literalmente. Tudo aconteceu num jogo de futebol entre crianças, durante a visita do Presidente da República a São Tomé e Príncipe.

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

  • Imprensa espanhola considera Rúben Semedo a pior contratação de sempre do Villarreal
    3:35

    Desporto

    Rúben Semedo vai esta quinta-feira ser ouvido por um juiz de instrução, que vai ditar as medidas de coação no caso em que o jogador é suspeito de roubo, agressões e posse ilegal de arma. O defesa português do Villarreal passa mais uma noite nas instalações da Guardia Civil, em Valência. Alguns media espanhóis chamam-lhe agora a pior contratação de sempre da história do clube.

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC