sicnot

Perfil

Economia

Consumo de eletricidade atingiu em 2016 máximos de 5 anos

© Morris MacMatzen / Reuters

O consumo de eletricidade atingiu em 2016 o valor mais elevado dos últimos cinco anos, segundo dados da REN -- Redes Energéticas Nacionais.

No final de 2016, o consumo regista uma subida anual de 0,6%, crescimento que baixa para mais 0,4%, com correção de temperatura e dias úteis. Apesar deste aumento, 2010 mantém-se como o ano em que foram atingidos valores recorde.

Já apenas quanto a dezembro de 2016, o consumo de energia elétrica aumentou 3,3%, isto face ao mesmo mês do ano anterior, valor que, tendo em conta os efeitos de temperatura e número de dias úteis, registou um ligeiro decréscimo (-0,1%).

No conjunto de 2016, a energia hídrica foi a principal fonte de geração de eletricidade, tendo a produtibilidade hidroelétrica atingido mesmo o segundo valor mais elevado de sempre desde que há registos (1971), isto apesar do final do ano muito seco.

A produção de energia renovável abasteceu mais de metade do consumo (cerca de 57%) em Portugal em 2016 e ainda houve exportações. A produção renovável distribuiu-se entre energia hidráulica (28%), eólica (22%), biomassa (5%) e fotovoltaica (1,4%).

Já a produção não renovável abasteceu 43% do consumo, repartida entre carvão e gás natural.

Quanto às exportações, no total de 2016, foi exportado o equivalente a 10% do consumo nacional.

No gás natural, no ano passado, o consumo cresceu 6,9%, tendo atingido o valor mais elevado desde 2011. O recorde no consumo de gás natural foi registado em 2010.

Apenas em dezembro de 2016, o consumo de gás natural cresceu 28% face ao mesmo mês de 2015.

Lusa

  • Buscas e apreensões na esquadra da PSP na Brandoa

    País

    O Ministério Público de Sintra esteve a fazer buscas e apreensões, esta manhã, na esquadra da PSP da Brandoa, no concelho da Amadora. De acordo com a Procuradoria-Gera Distrital de Lisboa, em causa estão crimes de corrupção passiva e ativa e abuso de poder.

  • Portugueses divididos na recondução da procuradora-geral da República
    1:31
  • "Os castigos incluiam sovas frequentes e até estrangulamento"
    5:03
  • Teste ao sangue deteta oito tipos de cancro

    Mundo

    Um novo teste sanguíneo experimental permitiu detetar precocemente os oito cancros mais frequentes em 70 por cento dos casos, de acordo com um estudo publicado na revista Nature feito por investigadores nos Estados Unidos.