sicnot

Perfil

Economia

Setor automóvel com subidas em 2016, mas ainda longe das expectativas das associações

As associações espanholas de fabricantes, concessionários e vendedores de automóveis assinalaram esta segunda-feira as subidas nas vendas do setor, notando, porém, que não foram alcançados volumes de 2008, altura do início da crise internacional financeira.

Segundo os dados divulgados esta segunda-feira, em 2016 as vendas a particulares crescerem 6,7% (612.841 viaturas), a empresas 15,9% (327.974 unidades), enquanto nos alugueres foram entregues 206.192 unidades, numa subida de 16,8%.

As associações notaram que os dados do ano passado não alcançaram os números de 2008, ao "estar longe do mercado potencial, que se situaria, num curto prazo, em 1,3 milhões de euros", acrescentando serem "fundamentais" os programas fiscais e de abate para impulsionar o mercado e a renovação do parque automóvel.

"Se ainda se aproveitasse o bom contexto económico e a melhoria no emprego prevista para 2017, o mercado poderia estar acima dos 1,2 milhões", acrescentaram as associações espanholas, que alertaram ainda que a idade média do parque automóvel, em 2016, rondou os 12 anos e que a tendência será crescente até, pelo menos, 2020.

Nas vendas por marcas, a líder foi a Renault (90.503), enquanto o modelo favorito foi o Citroën C4 (34.615).

As viaturas a gasóleo foram as campeãs de venda em Espanha, representando 56,8% dos veículos matriculados, enquanto os híbridos e elétricos rondaram os 3%.

Por segmentos, a gama mais baixa foi a mais procurada (314.709), seguindo-se a média-baixa (298.706) e os todo-o-terreno mais pequenos (123.685), enquanto no mapa de vendas Madrid liderou a lista, seguindo-se a Catalunha e Andaluzia.

No último mês do ano foram entregues 96.886 veículos, numa subida de 9,3% na comparação com dezembro de 2015.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.