sicnot

Perfil

Economia

Portos portugueses com recorde de carga movimentada até novembro

© Aly Song / Reuters

Os portos comerciais bateram um novo recorde no volume de mercadorias transportadas até novembro, atingindo os 85,4 milhões de toneladas de carga, com Sines a reforçar a liderança, com um quota de 54,8%.

Segundo o relatório da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) divulgado esta terça-feira, Sines é o porto responsável por este crescimento das mercadorias movimentadas nos portos de Portugal continental, anulando as quebras verificadas nos restantes portos, com exceção da Figueira da Foz.

Em novembro, o comportamento da atividade portuária registado no continente, com um crescimento de 4,1% face ao período homólogo de 2015, foi sustentado pelo acréscimo do movimento em Sines, de 6,5 milhões de toneladas, determinando assim um crescimento global líquido de 3,4 milhões de toneladas.

Nos primeiros 11 meses do ano, os portos comerciais do continente movimentaram 85,4 milhões de toneladas de carga nas diversas tipologias, o valor mais elevado de sempre registado nos períodos homólogos, lê-se no relatório divulgado esta terça-feira.

O Porto de Sines - que registou um movimento de 46,8 milhões de toneladas - conseguiu absorver, com o apoio simbólico do Porto da Figueira da Foz, a quebra de 3,2 milhões de toneladas nos restantes portos.

Como resultado deste comportamento, Sines reforçou a sua posição de liderança, passando a deter 54,8% do total do movimento portuário, seguido por Leixões (19,5%), Lisboa (10,6%), Setúbal (7,5%) e Aveiro (4,8%).

O reforço da posição de Sines durante os últimos meses resulta em parte do Terminal Oceânico de Leixões estar, desde março, totalmente paralisado para manutenção em estaleiro da monoboia, tendo a atividade sido reiniciada em outubro.

Já o porto de Faro, sem qualquer movimento de carga desde junho - altura em que a Cimpor, a única cliente, decidiu interromper a atividade do Centro de Produção de Loulé -, deverá voltar à atividade este ano, uma vez que a atividade na fábrica deverá ser retomada em fevereiro.

Lusa

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.