sicnot

Perfil

Economia

Inspeção de veículos mais cara a partir de segunda-feira

As inspeções periódicas a veículos motorizados vão aumentar 0,52% a partir da próxima segunda-feira, o que representa 16 cêntimos nos automóveis ligeiros, segundo o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).

Esta deliberação do IMT tem por base a atualização anual que segue a taxa de inflação medida pelo índice de Preços no Consumidor Total (sem habitação) em novembro de 2016 e foi fixada em 0,52%.

Os valores das tarifas das inspeções técnicas de veículos vão variar, em 2017, entre 30,70 euros nos automóveis ligeiros (um acréscimo de 16 cêntimos) e os 45,95 euros dos pesados (mais 23 cêntimos), sendo de 15,46 euros os preços para motociclos, triciclos e quadriciclos, com cilindrada superior a 250 centímetros cúbicos.

A nível de reboques e semirreboques o novo valor a pagar é 30,70 euros, enquanto as reinspeções vão custar 7,69 euros e as inspeções a nível de novas matrículas 76,64 euros.

O valor das inspeções extraordinárias será a partir de segunda-feira 107,19 euros e a emissão de segunda via da ficha de inspeção vai custar 2,89 euros.

Lusa

  • Morreu Miguel Beleza, antigo ministro das Finanças e governador do BdP
    1:34
  • Conselho Europeu elege sedes de agências em novembro

    Mundo

    Os líderes da UE adotaram os critérios para a escolha das cidades que acolherão as sedes das agências europeias atualmente em Londres, uma das quais a do Medicamento, que Portugal quer receber, agendando a eleição para novembro.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.