sicnot

Perfil

Economia

PSD diz que sempre defendeu que descida da TSU devia ser temporária

PSD diz que sempre defendeu que descida da TSU devia ser temporária

O PSD prepara-se para chumbar uma medida que já usou no passado, quando estava no Governo. O partido rejeita, contudo, falar em incoerência, já que sempre defendeu que a descida da TSU para os patrões deve ser temporária e ter em conta outros fatores da economia. Condições que os sociais-democratas não vêem no acordo em vigor.

  • "Por uma vez PSD tem razão, descida da TSU é má"
    0:40

    TSU/PEC

    Apesar de ter ficado surpreendida, Catarina Martins sublinha que o PSD tem razão ao criticar a descida da Taxa Social Única para as empresas. A coordenadora do Bloco de Esquerda recusa que o pedido de apreciação parlamentar que o partido vai propor ponha em causa estabilidade governativa da maioria de esquerda.

  • Marques Mendes diz que posição do PSD contra a TSU é "incompreensível"
    1:24

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a posição do PSD de votar contra a descida da Taxa Social Única para os patrões é "incompreensível" e um "monumental tiro no pé". No espaço de comentário da SIC, lembrou que o PSD "sempre foi o partido que mais atenção deu à concertação social" e que este pode assim ser o "maior erro de Passos Coelho desde que está na oposição".

  • PSD não vai deixar passar redução da TSU
    2:55

    TSU/PEC

    São públicos os sinais de de discordância no interior do PSD, mas Passos Coelho insiste: o partido não vai deixar passar a redução da TSU das empresas. O lider dos socias democratas alega que deve ser a maioria de esquerda a aprovar o acordo de concertação social.

  • TSU deixa acordo de concertação social em risco
    2:13

    Economia

    António Costa corre o risco de assinar um acordo de concertação social que pode não conseguir cumprir. O PSD insiste na intenção de votar contra a descida da TSU para os patrões e diz que cabe à Esquerda entender-se sobre esta matéria. Uma decisão que tem colocado Passos Coelho debaixo de fogo.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28