sicnot

Perfil

Economia

Baixos salários comprometem competitividade, diz primeiro-ministro

Baixos salários comprometem competitividade, diz primeiro-ministro

António Costa sublinha que Portugal tem de ser capaz de atrair e fixar capital humano e inverter a tendência dos últimos anos. O primeiro-ministro defendeu hoje que a competitividade do país não pode assentar numa política de salários baixos.

Na sessão de abertura do seminário de acolhimento sobre práticas internacionais no âmbito da 21.ª edição do programa INOV Contacto, na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, António Costa enalteceu o aumento consecutivo das exportações portuguesas nos últimos 20 anos, defendendo que para que este movimento prossiga as empresas têm que manter a "trajetória de melhoria das condições de competitividade".

"No mundo de hoje, num país europeu, esse fator de competitividade assenta, essencialmente, nos fatores associados à inovação. Não vale a pena termos a ilusão que numa estratégia assente em baixos salários nós conseguiremos ser competitivos", considerou.

De acordo com o primeiro-ministro, se Portugal quer ser competitivo tem que ser capaz de "atrair, fixar, manter o capital humano", destacando o trabalho que as universidades fazem, designadamente nos programas Erasmus.

Com Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.