sicnot

Perfil

Economia

Marcelo defende que descida da TSU ajuda a economia

Marcelo defende que descida da TSU ajuda a economia

O Presidente da República diz que promulgou rapidamente o diploma que dita a descida da TSU porque, depois do aumento do salário mínimo, faltava uma contrapartida para as empresas. Já esta tarde, Marcelo Rebelo de Sousa explicou as várias razões que o levaram a aceitar o documento.

  • Marcelo promulga descida da TSU em 15 horas
    1:47

    Economia

    O Presidente da República promulgou esta manhã a descida da Taxa Social Única. Foi uma aprovação relâmpago, já que Marcelo Rebelo de Sousa só recebeu o decreto do Governo ontem à noite. Apesar da luz verde de Belém, a medida deverá ser discutida em breve no Parlamento, onde poderá ser chumbada.

  • Passos defendeu descida da TSU em 2011
    2:08

    TSU/PEC

    A alteração da TSU tem sido, nos últimos anos, um assunto polémico. O anterior Governo PSD-CDS/PP também tentou descer a Segurança Social para os patrões, o que motiva a acusação de falta de coerência a Passos Coelho.Nessa altura, acabou por provocar a primeira crise na coligação e trazer o país para a rua em protesto.

  • Cristas e UGT não encontram "outra compensação" para descida da TSU
    1:32

    Economia

    Assunção Cristas reuniu-se esta manhã com o líder da UGT para discutir o decreto que visa a redução da TSU, já promulgado pelo Presidente da República. Apesar de em 2016 o CDS ter votado contra uma medida semelhante, a líder centrista ainda não revelou a posição do partido. Já Carlos Silva ficou mais sossegado após a reunião com Cristas e diz que "não conseguem encontrar outra compensação, não há milagres nestas coisas".

  • PSD, BE e PCP vão votar textos diferentes sobre a TSU
    1:20

    Economia

    Os parceiros sociais e o Governo estão confiantes de que no Parlamento o diploma sobre a descida da TSU vai passar precisamente porque PSD, Bloco e PCP vão votar textos diferentes. José Gomes Ferreira explica isso mesmo, depois de ter ouvido António Saraiva na Edição da Noite.

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Grupo de brasileiros em assalto milionário no Paraguai
    1:24