sicnot

Perfil

Economia

Facebook testa funcionalidade de histórias similar ao Snapchat

Business Insider

O Facebook está a testar a possibilidade de implementar uma ferramenta similar às histórias do Snapchat. A mesma interface - utilizada no Instagram sob o nome "Instagram Stories" - será adaptada ao Facebook. As histórias permitem a partilha de pequenos clipes durante 24 horas.

Os testes começaram pela aplicação "Messenger", que permite que os utilizadores conversem entre si, mas já se estenderam à aplicação principal do Facebook.

As funcionalidades serão muito parecidas com as do Snapchat, permitindo a utilização de filtros nas fotos e vídeos.

O conteúdo partilhado através do "Facebook Stories" passará a aparecer no topo da página. Por omissão, as história não aparecem no mural do utilizador nem no "feed", mas podem ser partilhadas.

O objetivo do Facebook é que os utilizadores deixem de utilizar o Snapchat. A estratégia parece estar a resultar. No Instagram - comprado pelo Facebook - já são 150 milhões de utilizadores a partilhar histórias. O número equivale à quantidade de pessoas que utiliza o Snapchat.

Até ao momento, o único país que pode testar as novas histórias é a Irlanda, mas não deve faltar muito para que o Facebook lançe esta funcionalidade em outros países.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.