sicnot

Perfil

Economia

Indicador de confiança dos consumidores aumentou nos últimos cinco meses

Os números divulgados pela DGO são apresentados em contabilidade pública, ou seja, têm em conta o registo da entrada e saída de fluxos de caixa, e a meta do défice é apurada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) em contas nacionais, a ótica dos compromissos, que é a que conta para Bruxelas. (Arquivo)

Thanassis Stavrakis / AP

O indicador de confiança dos consumidores atingiu em janeiro máximos dos últimos 17 anos. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, este indicador aumentou nos últimos cinco meses e atingiu em janeiro máximos desde abril de 2000.

Também o indicador do clima económico subiu, depois de ter caído nos últimos dois meses.

Para isso contribuíram as perspetivas relativas à evolução do desemprego e as expectativas quanto à situação económica do país. Em menor grau, contaram as apreciações da evolução da poupança e a situação financeira do agregado familiar.

  • Partidos exigem explicações sobre transferências para offshores entre 2011 e 2014

    Economia

    O PS junta-se ao PCP, o Bloco de Esquerda e o PSD no pedido para a audição urgente do antigo e o atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais sobre a falta de controlo do Fisco às transferências de dinheiro para paraísos fiscais. Em causa está a transferência de 10 mil milhões de euros para offshores. O CSD é o único partido que ainda não se pronunciou.