sicnot

Perfil

Economia

Maioria dos acionistas do BCP não quis vender os direitos de participação

(Arquivo)

© Kacper Pempel / Reuters

A maior parte dos atuais acionistas do BCP não quis vender os direitos de participação no aumento de capital do banco. A operação terminou esta segunda-feira, mas o valor alcançado ficou abaixo do previsto.

Apesar de quase 300 milhões de euros vendidos, dois terços dos acionistas do banco não participaram na negociação, mostrando assim o interesse em participar no aumento de capital. Também a Sonangol não vendeu os direitos que tem, mantendo a segunda maior participação, com 15%.

Os chineses da Fosun - a maior acionista - foram os primeiros compradores de direitos, mas não conseguiram atingir o objetivo de obter 30% de quota no BCP.

Até à próxima quinta-feira, podem ser subscritas as novas ações, que deverão ser colocadas em bolsa a 9 de fevereiro.

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Viver em Évora
    5:11
  • Ano letivo "de uma maneira geral começou bem"

    País

    O Presidente da República considerou esta sexta-feira que o ano letivo "de uma maneira geral começou bem" e defendeu a possibilidade serem feitas "correções" a situações "injustas ou discutíveis" entre os concursos que se realizam de quatro em quatro anos.