sicnot

Perfil

Economia

UGT não dá como certo aumento do salário mínimo para os 580 euros

UGT não dá como certo aumento do salário mínimo para os 580 euros

O secretário-geral da UGT prefere aguardar até ao final do ano para confirmar a viabilidade económica de aumentar o salário mínimo para os 580 euros em 2018 e para os 600 euros em 2019. Em entrevista à Renascença e ao Público, Carlos Silva usa o mesmo argumento para justificar a posição do central sindical em relação à integração dos trabalhadores com vínculos precários no Estado.