sicnot

Perfil

Economia

Brexit está a afetar os lucros da Ryanair no Reino Unido

(Arquivo)

© Agencja Gazeta / Reuters

Os lucros da companhia aérea Ryanair sofreram uma queda de oito por cento no último trimestre de 2016, como consequência do processo da saída do Reino Unido da União Europeia, anunciou esta segunda-feira a empresa irlandesa.

De acordo com o relatório divulgado em Londres, os lucros registaram uma queda de 95 milhões de euros em relação aos valores alcançados no mesmo trimestre de 2015.

Os lucros foram atingidos também pela concorrência no setor da aviação, uma vez que os baixos custos do combustível provocam tarifas ainda mais baratas.

"Prevemos que a libra se mantenha volátil durante algum tempo e talvez venhamos a enfrentar quedas no crescimento económico no Reino Unido e na Europa por causa do Brexit", acrescenta a Ryanair.

"Pode ser que se verifiquem oportunidades para uma expansão para alguns aeroportos britânicos mas prevemos um crescimento mais lento do que aquele que estava previsto no Reino Unido o que vai provocar mudanças em relação à capacidade em outros mercados europeus", indica o mesmo relatório.

A companhia de aviação mostra-se igualmente preocupada com o valor da libra face ao euro, pois desde o resultado do referendo que apoiou a saída do Reino Unido da União Europeia, a moeda britânica caiu 14 por cento em relação ao euro.

Apesar das preocupações relacionadas diretamente com o Reino Unido, a Ryanair sublinha que o negócio está a "crescer com força" na Alemanha.

Lusa

  • Governo britânico apresenta Livro Branco do Brexit
    1:06

    Brexit

    Um dia depois do voto favorável ao Brexit no Parlamento de Londres, o Governo britânico apresentou as prioridades para a saída do Reino Unido da União Europeia. O Livro Branco do Brexit, um documento de 77 páginas, retoma às 12 prioridades fixadas em janeiro pela primeira-ministra Theresa May.

  • Theresa May e restantes líderes do Reino Unido discutem o Brexit
    1:12

    Brexit

    A primeira-ministra britânica reuniu-se esta segunda-feira com os líderes dos Governos da Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte e garantiu que vai olhar com atenção para as propostas para o Brexit. O Governo escocês insiste que, se não for ouvido, vai mesmo avançar com um referendo para a independência.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.