sicnot

Perfil

Economia

Passos diz que número de trabalhadores com baixos salários aumentou com o atual Governo

O presidente do PSD disse este domingo que o número de trabalhadores com baixos salários cresceu com as políticas do atual Governo, estimando que no final de 2016 "quase um milhão" de trabalhadores ganhava o salário mínimo.

Pedro Passos Coelho, que falava na Guarda, onde presidiu à sessão de encerramento do "Congresso da Coesão Territorial - O futuro dos territórios", organizado pela Juventude Social-Democrata (JSD) disse que o país precisava de ter "um modelo de desenvolvimento assente em mais altos salários e o que é que se está a passar? De 2014 até agora cada vez são mais os trabalhadores a tempo completo que recebem o Salário Mínimo Nacional (SMN)".

"Na primavera de 2014 eram cerca de 400 mil os trabalhadores que ganhavam o Salário Mínimo Nacional. A nossa estimativa é que no fim de 2016 seja quase um milhão o número de trabalhadores que ganham o Salário Mínimo Nacional", afirmou.

O líder dos sociais-democratas e ex-primeiro-ministro classificou como "cinismo e hipocrisia" a crítica que foi feita ao PSD no passado, ao ser acusado de fomentar "o modelo económico baseado nos baixos salários", quando "os baixos salários cresceram com o novo Governo e com as suas novas políticas".

"Estava em boa altura, só a partir destes dois exemplos, de esperar que o Governo fizesse um reexame destas políticas, porque os problemas estão a ser agravados. Não estamos a vencer a batalha das desigualdades, estamos a agravar essas desigualdades", concluiu.

No seu discurso disse ainda que o país precisa de investimento, "que traga emprego, e de preferência emprego mais qualificado, com investimento mais qualificado, que acrescente valor".

"Aquilo que se está a passar é um retrocesso neste caminho que vimos fazendo, pelo menos desde que iniciámos processos de transformação estrutural da nossa economia a partir de 2011", afirmou.

Passos apontou que "há vários retrocessos", dando o exemplo do aumento do número de trabalhadores que recebem o Salário Mínimo Nacional e do abandono escolar precoce.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.