sicnot

Perfil

Economia

Volkswagen reduz em 40% salários dos gestores

O construtor automóvel alemão Volkswagen anunciou hoje uma redução de 40% dos salários dos seus principais dirigentes, indicando que a remuneração do líder do grupo não pode exceder os 10 milhões de euros por ano.

A remuneração de cada um dos restantes membros do conselho de administração fica limitada a 5,5 milhões de euros anuais.

Em comunicado, a Volkswagen indica que o valor máximo que é possível atingir nestes salários pode sofrer uma redução até 40% em relação ao sistema precedente.

Esta decisão foi adotada depois do escândalo da manipulação de emissões poluentes em veículos a 'diesel', que teve custos avultados para a empresa.

Lusa


  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15