sicnot

Perfil

Economia

Seis ligações entre Lisboa e Berlim canceladas devido à greve do pessoal de terra

© Hannibal Hanschke / Reuters

Seis ligações entre o aeroporto de Lisboa e os dois aeroportos de Berlim, Tegel e Schönefeld, foram canceladas esta terça-feira devido ao terceiro dia de greve do pessoal de terra daqueles aeroportos alemães, disse à agência Lusa fonte oficial da ANA.

De acordo com a fonte da ANA - Aeroportos de Portugal, o protesto não afetou qualquer voo com destino ou origem no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.Segundo a ANA, a greve do pessoal de terra no aeroporto de Schönefeld levou ao cancelamento da chegada a Lisboa de um avião da companhia easyJet, que estava prevista para as 17:45, pelo que a posterior partida da aeronave para aquele aeroporto alemão, às 18:15, também não se realizará.

O protesto afetou ainda quatro ligações (duas partidas e duas chegadas) da companhia portuguesa TAP entre Lisboa e Tegel: as duas partidas do aeroporto português estavam previstas para as 02:30 e as 18:00 desta terça-feira e as duas chegadas para as 08:35 e 09:35.

Pelo menos 600 voos com saída ou chegada aos dois aeroportos de Berlim tiveram de ser cancelados esta terça-feira devido ao terceiro dia de greve do pessoal de terra, informou a empresa gestora daquelas infraestruturas.

No aeroporto de Tegel foram cancelados 460 voos e em Schönefeld 143, precisou um porta-voz da empresa gestora, citado pela imprensa local, ressalvando que pode haver mais cancelamentos ao longo do dia.

O porta-voz não pode indicar se, tal como na segunda-feira, alguns dos voos serão desviados para aeroportos próximos.

A empresa gestora recomenda aos passageiros que contactem as respetivas companhias aéreas para saberem do estado dos voos. O sindicato decidiu prolongar a greve até quarta-feira - quando estava previsto terminar hoje - depois de no fim de semana não ter recebido qualquer oferta da empresa na negociação de um novo contrato coletivo. A principal reivindicação dos funcionários é um aumento de um euro por hora para contratos de 12 meses, uma proposta acima da oferta da direção dos aeroportos de Berlim.

Lusa

  • Greve nos aeroportos de Berlim
    1:27

    Economia

    A paralisação dos assistentes de terra foi prolongada até quarta-feira. Os dois mil funcionários exigem um aumento salarial de 12 euros por hora de trabalho. Só hoje já foram canceladas 660 partidas dos dois aeroportos de Berlim. Há dezenas de milhares de passageiros afectados que não sabem quando vão regressar a casa e queixam-se da falta de informação. Esta é a terceira paralisação desde o início do mês de fevereiro.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • Um Lugar ao Sol
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".