sicnot

Perfil

Economia

Associação Montepio convoca associados para assembleia-geral dia 30 de março

A Associação Mutualista Montepio Geral convocou hoje os associados para uma assembleia-geral a realizar dia 30 de março pelas 20:00, na sede, em Lisboa.

De acordo com a ordem de trabalhos, constituída por cinco pontos, entre os quais a apreciação das contas individuais (relatório do Conselho de Administração e parecer do Conselho Fiscal) da associação mutualista relativa ao exercício de 2016 e a apreciação das contas consolidadas de 2015.

A assembleia-geral irá também deliberar sobre as propostas de aplicação de resultados e analisar "o projeto de reforma do regulamento de benefícios".

A Associação Mutualista Montepio Geral teve lucros de 7,4 milhões de euros em 2016, contra o prejuízo de 393,1 milhões de euros registados em 2015, divulgou na terça-feira aquela entidade.

Estas contas são as individuais da Associação Mutualista [não incluem os resultados das empresas que detém] e dão conta de que o ativo líquido da Associação Mutualista situou-se em 3.742 milhões de euros em dezembro de 2016, menos 3,2% face a 2015, e que os capitais próprios atingiam 615,5 milhões de euros, excluindo imparidades e provisões líquidas.

A Associação Mutualista dá ainda conta de que que as receitas associativas reduziram ligeiramente 1,1% em 2016 face a 2015, para 477,7 milhões de euros, e de que, o ano passado, fez um aumento de capital na Caixa Económica Montepio Geral (de que é dona) de 270 milhões de euros.

O Público noticiou na terça-feira que a Associação Mutualista tinha, no fim de 2015, capitais próprios negativos de 107,53 milhões de euros, o que significa que tinha um passivo (valor que deve) superior ao ativo (valor que possui), uma situação que configura 'falência técnica' do ponto de vista contabilístico e que coloca pressão sobre a Caixa Económica Montepio Geral, que se estima que poderá vir a precisar de capital social adicional.

Em conferência de imprensa, Tomás Correia lamentou a notícia e garantiu hoje que não há risco de falência da Associação Mutualista e tem atualmente recursos para fazer face às responsabilidades perante os seus associados.

Questionado pelos jornalistas sobre se a situação patrimonial negativa se mantinha no final de 2016, o responsável disse que as contas consolidadas do ano passado não estavam fechadas, mas admitiu que a Associação Mutualista mantinha capitais próprios negativos no fim de dezembro passado, ainda que ressalvando que a instituição não está em causa por isso.

A Associação Mutualista Montepio Geral, com mais de 600 mil associados, é o topo do Grupo Montepio e tem como principal empresa subsidiária a CEMG, que desenvolve atividade bancária.


Lusa

  • Presidente da República desvaloriza problemas no Montepio
    2:11

    Economia

    O Presidente da República desvaloriza a crise no Montepio e sublinha que a estabilização da banca está a ser feita. Marcelo Rebelo de Sousa reagia assim a um relatório da auditora KPMG que conclui que a Associação Mutualista, dona do banco, está em falência técnica. Já o ministro Vieira da Silva garante estar a acompanhar os trabalhos da associação.

  • KPMG revela contas no vermelho da Associação Mutualista
    1:47

    Economia

    A auditora KPMG anunciou esta terça-feira que a Associação Mutualista - dona do Montepio - atravessa uma grave crise. Segundo a auditora, a Associação Mutualista tem um capital próprio negativo superior a 107 milhões de euros. Contudo, presidente da associação garante que não há qualquer falência técnica.

  • Montepio com buraco de 107 M€
    1:45

    Economia

    A Associação Mutualista, dona do Montepio, terá um buraco de 107 milhões de euros nas contas. A conclusão é da auditoria KPMG que alerta para a necessidade de injeção de dinheiro. A administração da mutualista anunciou entretanto que dará uma conferência de imprensa ESTa tarde, sem avançar qualquer detalhe.

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.