sicnot

Perfil

Economia

França conclui que Opel não cometeu fraude nas emissões de poluentes

© Ina Fassbender / Reuters

Os serviços antifraude franceses concluíram que o fabricante alemão Opel não violou a regulamentação em matéria de emissões de gases poluentes nos seus veículos comercializados no país, informou hoje o Ministério da Economia.

Segundo o departamento que funciona sobre a dependência do Ministério da Economia a investigação sobre as emissões de gases poluentes relativa à Opel foi encerrada "sem que os elementos reunidos e analisados tenham evidenciado factos constitutivos de infração ou engano", refere o comunicado.

Essas investigações, a cabo do organismo antifraude (DGCCRF), inserem-se no âmbito de uma análise global dos carros comercializados em França após as revelações de fraude da Volkswagen nos Estados Unidos.

Por ocasião dessa campanha de análise, a DGCCRF transmitiu à justiça, em fevereiro de 2016, indícios de fraude nos controlos efetuados sobre os veículos Volkswagen.

Em novembro, foi o caso da Renault e em fevereiro último o da Peugeot Citroën e Fiat.

O Ministério da Economia francês assinalou que as investigações relativas a outras fabricantes automóveis estão em curso.

Lusa

  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.