sicnot

Perfil

Economia

Complemento Solidário atribuido a mais idosos em março

Mais 733 idosos receberam o Complemento Solidário para Idosos (CSI) em março, face a fevereiro, totalizando 160.492 beneficiários, a grande maioria mulheres, segundo dados do Instituto da Segurança Social divulgados esta quinta-feira.

Em março de 2017, o número de beneficiários do CSI aumentou 0,4% face ao mês anterior, chegando a 163.749 idosos, invertendo a tendência verificada desde o início do ano.

Esta inversão "deve-se ao incremento no valor de referência do CSI", bem como "aos efeitos da campanha de divulgação em torno desta medida", afirma o Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) na Síntese de Informação Estatística da Segurança Social, o Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP).

Relativamente ao período homólogo de 2016, notou-se uma ligeira diminuição no número de beneficiários (menos 440), adiantam as estatísticas publicadas no site da Segurança Social.

Segundo os dados, atualizados a 01 de abril e sujeitos a atualizações, as mulheres representam 70% do total de beneficiários do Complemento Solidário para Idosos (114.953).

O Porto é o distrito que concentra o maior número de beneficiários (26.261), seguido de Lisboa (23.451), Braga (12.237) e Setúbal (11.028).

O Complemento Solidário para Idosos é um apoio em dinheiro pago mensalmente a pessoas com mais de 66 anos, com baixos recursos financeiros, que pode atingir o valor máximo de 5.084,30 euros por ano, ou seja 423,69 euros por mês.

Relativamente às pensões de velhice, as que têm maior peso no total de pensões (68%), os dados da Segurança Social referem que foram pagas, em março, a 2.031.113 pensionistas, menos 1.849 do que em fevereiro.

As mulheres constituem a maioria dos beneficiários (52,9% do total) das pensões de velhice, adianta a Segurança Social.

Considerando o mês de março de 2016, foram atribuídas mais 7.995 pensões de velhice (0,4%).

Em março, foram também processadas 714.603 pensões de sobrevivência, que representam 24% do total das pensões, observando-se uma redução de 2.555 pensões relativamente ao mês anterior (-0,4%).

Também aqui são as mulheres a receber a maioria das pensões de velhice, representando 81,5% do total.

Quanto às pensões de invalidez, que totalizam 8% do total das pensões, os dados indicam uma quebra de 0,3% quando comparada com o mês anterior, totalizando 237.358 pensões, em março.

Ao contrário das restantes pensões, são os homens que representam o maior número de beneficiários (52,7%).

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugueses passam mais de oito horas por semana ao volante
    0:59

    País

    Os portugueses gastam, em média, oito horas em deslocações durante a semana. Um estudo do Observatório Europeu da Mobilidade, divulgado hoje, diz ainda que a grande maioria prefere o automóvel como meio de transporte. Entre os países europeus, Portugal é líder na utilização do carro para deslocação para o trabalho.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • PCP abre debate quizenal com assuntos laborais e sociais

    País

    Um dia depois da sessão solene do 25 de Abril, os deputados regressam hoje ao parlamento para mais um debate quinzenal com o primeiro-ministro, que será seguido por uma discussão sobre o Conselho Europeu extraordinário de sábado. Acompanhe aqui em direto às 15h00 e Minuto a Minuto.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.