sicnot

Perfil

Economia

Estado perdoou mais de 168 milhões de euros às empresas em juros, custas e coimas

Estado perdoou mais de 168 milhões de euros às empresas em juros, custas e coimas

O Estado perdoou mais de 168 milhões de euros às empresas em juros, custas ou coimas através do chamado "perdão fiscal", no ano passado. Ainda assim, a receita conseguida pelo Estado foi muito superior.

Rendeu ao estado à volta de 500 milhões de euros no ano passado. Deu um importante contributo para a receita fiscal e ajudou a baixar o défice do ano passado para os 2%. E sabe-se agora que o fisco perdoou às empresas mais de 168 milhões de euros em juros, custas ou coimas. Os dados foram enviados pelo Ministério das Finanças ao PSD e são revelados pelo Jornal de Negócios.

Desses 168 milhões de euros que o estado perdoou, mais de metade diz respeito a juros de mora. E só este ano, o fisco já perdoou quase um milhão e meio de euros.

Nesse documento, as Finanças esclarecem que só oito empresas, que estão representadas em bolsa,
pagaram dívidas no valor de 72 milhões de euros e receberam um perdão de 36 milhões.

Entre as maiores empresas que aderiram ao programa, estão a Caixa Geral de Depósitos e a EDP.

O assunto volta a ser discutido esta tarde no Parlamento, onde o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais,
Fernando Rocha Andrade, vai responder às questões dos deputados.

  • Os 72 golos de mais uma noite de Liga Europa

    Liga Europa

    Os 16 avos-de-final da Liga Europa começam a ganhar forma. São já 16 as equipas apuradas para a próxima fase da competição, entre elas o Sporting de Braga, que somou mais uma vitória. Em sentido inverso, o Vitória de Guimarães saiu derrotado de Salzburgo e ficou mais longe da qualificação. A 5.ª jornada da fase de grupos jogou-se esta quinta-feira e ao todo marcaram-se 72 golos. Estão todos aqui, para ver ou rever.

  • SC Braga volta a vencer e avança na Liga Europa
    2:26
  • Vitória complica contas do apuramento
    1:30