sicnot

Perfil

Economia

ASAE fecha 10 restaurantes da Grande Lisboa por falta de higiene

Francisco Seco/ AP (Arquivo)

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou hoje que suspendeu a atividade de 10 estabelecimentos de restauração por falta de higiene, durante uma "operação relâmpago" na Grande Lisboa, tendo apreendido 170 quilogramas de alimentos estragados.

Num comunicado, a ASAE esclareceu que a operação decorreu em 70 estabelecimentos localizados nas Avenidas Novas, Cais de Sodré e Algés, tendo sido instaurados "38 processos de contraordenação e um processo-crime, com a suspensão de atividade de 10 operadores económicos por falta de requisitos de higiene".


Foram ainda "apreendidos cerca de 170 quilogramas de géneros alimentícios por género alimentício anormal avariado e ainda um instrumento de pesagem", acrescentou.

A autoridade económica destacou que, entre as principais infrações detetadas, estão o incumprimento de requisitos gerais de higiene, falta de implementação dos protocolos de segurança alimentar, falta de afixação de avisos obrigatórios, designadamente de venda de bebidas alcoólicas e de tabaco, e incumprimentos relativos ao Livro de Reclamações.


A ASAE realçou que a operação de fiscalização foi direcionada a estabelecimentos de restauração que dispõem de uma oferta diversificada ao nível da restauração e em áreas de afluência turística, por forma a garantir a Segurança Alimentar e a Saúde Pública dos consumidores, bem como a realização de práticas comerciais legais.

Lusa

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33

    País

    Em média, nos últimos dois anos, a ASAE suspendeu a atividade de um estabelecimento de restauração e bebidas, por dia. No entanto, os números revelam que a larga maioria dos restaurantes inspeccionados cumpre as regras económicas, de higiene e segurança alimentar. O inspetor-geral da ASAE Pedro Portugal Gaspar falou sobre o decréscimento de 2015 para 2016 no encerramento destes estabelecimentos.

  • ASAE apreende 600Kg de cabrito
    1:08

    País

    A ASAE, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica apreendeu cerca de 600 quilos de carne de cabrito e borrego, no valor de 3.000 euros, na sequência de várias ações de combate ao abate clandestino, em em Torres Vedras, Barcelos, Ponte de Lima e São Pedro do Sul.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC