sicnot

Perfil

Economia

Governo reitera que há condições para fechar Procedimento por Défice Excessivo

O Ministério das Finanças afirmou hoje que "está seguro de que a Comissão Europeia irá convergir para uma projeção orçamental alinhada com a execução", reiterando que estão reunidas as condições para sair do Procedimento por Défice Excessivo (PDE).

Nas projeções económicas hoje publicadas, a Comissão Europeia estima que o défice orçamental português vai continuar a descer, para 1,8% este ano e para 1,6% no próximo, valores acima dos previstos pelo Governo (que aponta para um défice 1,5% e 1% em 2017 e 2018, respetivamente) e abre caminho ao encerramento do PDE.

Quanto ao crescimento económico, Bruxelas está mais otimista, alinhando agora a sua previsão com a do Governo para este ano (1,8%), mas admite um abrandamento do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018, para os 1,6%.

Em reação a esta atualização de Bruxelas, o ministério de Mário Centeno considera que as previsões "vêm reafirmar a solidez do cenário subjacente ao Orçamento do Estado para 2017 e ao Programa de Estabilidade 2017-2021" e "confirmar que estão cumpridas as condições para que Portugal possa sair do PDE".

O entendimento da tutela e que, no documento hoje publicado, a Comissão reconhece "a natureza sustentável e equilibrada do padrão de crescimento da economia portuguesa", nomeadamente quanto à "manutenção de um 'superavit' da balança corrente e de capital, o qual sustenta a continuação da redução da dívida externa".

O Ministério das Finanças garante que "assegurará o cumprimento rigoroso dos objetivos orçamentais, tal como assumido no OE2017 e no Programa de Estabilidade", e diz estar "seguro de que a Comissão Europeia irá convergir para uma projeção orçamental alinhada com a execução, como confirmado pelos resultados do primeiro trimestre", reiterando "a criação de condições para saída do PDE".

Lusa

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois do tribunal ter desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31