sicnot

Perfil

Economia

China assina tratado de comércio livre com Geórgia

POOL New

A China e a Geórgia assinaram este domingo, em Pequim, um tratado de livre comércio, o primeiro que o gigante asiático subscreve com uma economia da antiga órbita soviética, informou a agência noticiosa oficial Xinhua.

O acordo foi anunciado no âmbito do Fórum de Cooperação Novas Rotas da Seda, uma iniciativa do governo chinês, que decorre hoje e segunda-feira em Pequim e que conta com a participação de líderes de cerca de três dezenas de países.

Em virtude do tratado de livre comércio, que vai entrar em vigor no final deste ano ou no início do próximo, a Geórgia compromete-se com uma maior abertura do seu setor de serviços, especialmente em finanças e transportes, enquanto a China irá abrir os seus mercados turístico e de transporte marítimo àquele país do Cáucaso.

O tratado isenta de tarifas 96,5% dos produtos chineses que entrem na Geórgia e 90,9% dos georgianos que sigam para a China, sendo que esta última percentagem deverá aumentar de forma gradual ao longo dos próximos três anos até perto de 94%.

Os dois países iniciaram as negociações em dezembro de 2015 e concluíram-nas em outubro do ano seguinte.

A China tem atualmente em vigor acordos de comércio livre com o Paquistão, Chile, Nova Zelândia, Singapura, Costa Rica, Peru, Islândia, Coreia do Sul e Suíça, além de um outro com a Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), bloco composto por Birmânia (Myanmar), Brunei, Camboja, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Singapura, Tailândia e Vietname.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado emitido hoje, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28