sicnot

Perfil

Economia

Estado britânico já vendeu todas as ações que detinha no banco Lloyds

Suzanne Plunkett

O Estado britânico já vendeu todas as ações que detinha no banco Lloyds, a instituição que resgastou em 2009. A venda da posição no banco começou em 2013 e foi retomada em outubro do ano passado.

O objetivo era vender no espaço de um ano a partipação de cerca de 9% que o Estado então detinha. O Presidente do banco, Horta Osório, calcula que a operação permitiu ao Tesouro do Reino Unido encaixar cerca de 500 milhões de libras. O que se traduz em euros na cotação atual em cerca de 590 milhões.

As ações do Lloyds fecharam o dia a subir 1,32% em Londres.