sicnot

Perfil

Economia

"O governo não dá ordens à SCML mas há contactos"

"O governo não dá ordens à SCML mas há contactos"

Chamado de urgência ao Parlamento para prestar esclarecimentos sobre o envolvimento da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa no banco Montepio, o ministro do trabalho e solidariedade, Vieira da Silva, admitiu hoje que há contactos sobre as orientações estratégicas da SCML para o banco mas mantém a autonomia em todas as decisões.

  • Negócios da Semana: Montepio Sociedade Anónima
    50:45

    Negócios da Semana

    José Gomes Ferreira convida para debate Cristina Ferreira, jornalista do "Público", Eugénio Rosa, economista e candidato à presidência do Montepio, Isabel Vicente, jornalista do "Expresso", e João Duque, economista e professor do ISEG. Em análise: a transformação da Caixa Económica Montepio Geral em Sociedade Anónima.

  • Montepio Sociedade Anónima
    2:14

    Economia

    A associação Mutualista aprovou esta madrugada a passagem do banco Montepio a sociedade anónima. Uma alteração que abre a porta à entrada de capital na instituição. O presidente da mutualista vê com bons olhos um eventual investimento da Santa Casa da Misericórdia mas rejeita a entrada de investidores privados.

  • Santa Casa "nunca entraria em aventuras" com o Montepio
    0:47

    Economia

    Pedro Santana Lopes garantiu esta terça-feira que a Santa Casa "nunca entraria em aventuras" com o Montepio. Em noite de assembleia-geral do banco, e questionado sobre a eventual entrada da Santa Casa no capital do Montepio, Santana Lopes reiterou, no entanto, que a hipótese ainda está a ser estudada e congratulou-se com os lucros anunciados esta noite.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11