sicnot

Perfil

Economia

Paulo Ralha defende tese de erro humano no apagão das transferências para offshore

Paulo Ralha defende tese de erro humano no apagão das transferências para offshore

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos insiste que houve mão humana no apagão que levou a que as transferências para "offshores" não fossem publicadas. Ouvido esta manhã na Comissão de Orçamento e Finanças, Paulo Ralha questionou a tese de erro informático e atacou a ex-ministra das Finanças.

  • Fisco obrigado a divulgar valor e destino das transferências para offshores
    1:16

    Economia

    O fisco está obrigado, a partir de hoje, a publicar anualmente o valor total e o destino das transferências para paraísos fiscais. A nova lei foi publicada em Diário da República e surge depois da polémica sobre as transferências para contas offshore. O Governo anterior não publicou as estatísticas durante quatro anos, período em que a Autoridade Tributária deixou passar transferências no valor de 10 mil milhões de euros.

  • A opinião de José Gomes Ferreira
    10:21

    Opinião

    O diretor-adjunto de Informação da SIC, José Gomes Ferreira, esteve na Edição da Noite desta quinta-feira para falar sobre as polémicas transferências para offshores, a sustentabilidade da dívida portuguesa e o encerramento de balcões da Caixa Geral de Depósitos.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.