sicnot

Perfil

Economia

António Mexia não se demite

António Mexia não se demite

António Mexia garante que está de consciência tranquila e que não pondera apresentar a demissão. O presidente da EDP é suspeito de corrupção e participação económica em negócio. A Justiça acredita que terá corrompido Manuel Pinho, ex-ministro da Economia, para conseguir prolongar as compensações pagas pelo Estado à elétrica.

  • Santana Lopes e António Vitorino analisam suspeitas de corrupção na EDP e REN
    1:59

    Opinião

    A EDP e a REN estão a ser investigadas num processo que avalia eventuais ilegalidades nos CMEC, compensações relativas à cessação antecipada de contratos. O tema esteve em análise na Edição da Noite desta terça-feira. Pedro Santana Lopes, que era, à data da criação dos CMEC, primeiro-ministro, explica que, em 2004, foi uma matéria que "não levantou dificuldades". Já António Vitorino, que era na altura comissário europeu, considera que, para o cidadão comum, importa saber a repercussão do caso no preço que paga pela energia.

  • "Há muitas falhas nas explicações de António Mexia"
    3:53

    Opinião

    António Mexia garante que está de consciência tranquila e que não pondera apresentar a demissão. O presidente da EDP é suspeito de corrupção e participação económica em negócio. O tema esteve esta terça-feira em análise no Jornal da Noite, por José Gomes Ferreira, que considera que "a investigação tem muitas áreas por onde pegar" e defende que "há muitas falhas nas explicações de António Mexia".

  • "Mexia não referiu tudo"
    6:35

    Opinião

    As explicações de António Mexia e da equipa que lidera a EDP sobre o processo que investiga as rendas que o Estado paga à elétrica, analisadas por José Gomes Ferreira.

  • Contratos sob investigação renderam 2.500 milhões à EDP
    2:26

    Economia

    Os contratos que estão a ser investigados já renderam à EDP 2.500 milhões de euros. António Mexia diz que foram decididos antes de ter chegado à empresa e que está apenas a cumprir decisões de outras pessoas. Mexia garante ainda que a elétrica não teve qualquer benefício com as alterações que foram feitas na última década nos contratos com o Estado.

  • PCP pede investigação judicial à EDP
    0:50

    Economia

    Jerónimo de Sousa comentou esta terça-feira a recente polémica em torno das rendas excessivas da EDP. O secretário-geral do PCP pediu uma célere investigação judicial no caso de existirem suspeitas de corrupção. 

  • Paris afetada por praga de ratos
    1:03