sicnot

Perfil

Economia

Primeiro-ministro diz que solução para o crédito malparado está a ser estudada

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou esta quinta-feira que se realizou na segunda-feira uma reunião entre o Ministério das Finanças, o Banco de Portugal (BdP) e os três maiores bancos que visa preparar uma solução para o crédito malparado.

No debate quinzenal no parlamento, o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, questionou o primeiro-ministro "como está o estudo sobre o crédito malparado e o famoso veículo que prometeu ao país que iria criar".

Na resposta, o primeiro-ministro começou por salientar que a questão do crédito malparado "foi ignorada durante vários anos".

"Posso-lhe responder que, ainda na segunda-feira, houve uma reunião no Ministério das Finanças entre o Ministério, o Banco de Portugal e os três principais bancos do país com mais elevado nível de créditos não performativos, de forma a apresentarem aos bancos uma proposta de solução para eles estudarem, serem ouvidos e darem parecer sobre a matéria", disse.

O líder parlamentar do PSD lamentou que "há ano e meio" que o Governo ande a falar em estudos sobre a matéria."Ano e meio depois deixe-se de conversas, qual é a solução, quem vai financiar esta solução para o crédito malparado, que, deixe-me dizer-lhe, foi criado na altura dos governos socialistas", questionou Luís Montenegro.

Tem sido muito falada a necessidade de criação de um "veículo" para retirar crédito malparado e em risco do balanço dos bancos, com o Governo a considerar uma medida prioritária apesar de vários presidentes de bancos reiterarem que não é necessário.

Da parte dos bancos, estes referem habitualmente que as empresas que procuram crédito apresentam situações frágeis e que as operações seriam muito arriscadas.

Quanto ao crédito malparado (crédito de cobrança duvidosa), registou-se em abril uma melhoria, tanto nas empresas como nas famílias.

Nas empresas, o rácio de empréstimos em incumprimento era de 15,4% do total do crédito concedido e nas famílias de 4,7%, sendo o crédito à habitação aquele que tem menor grau de incumprimento (3%), como tradicionalmente.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a Secretaria Regional de Solidariedade Social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho. Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.