sicnot

Perfil

Economia

"Não tenho vergonha. Tenho imenso orgulho", responde Lacerda Machado

O recém nomeado administrador da TAP Diogo Lacerda Machado disse hoje que tem "imenso orgulho" no convite para o cargo e no papel de desempenhou nas negociações para o Estado recuperasse a maioria do capital da companhia aérea. Citado pelo Expresso, o advogado e amigo de António Costa responde às críticas de Passos Coelho.

“Eu não sou agente político no ativo, por isso nunca responderei ao ex-primeiro-ministro. Não posso fazer comentários àquilo que diz e entende” Passos Coelho, disse Lacerda Machado ao Expresso. Ainda assim, “como a última coisa que disse – 'Fica tão mal a quem nomeia como a quem aceita' – dirige-se a mim, digo apenas que não tenho vergonha. Tenho imenso orgulho naquilo que ajudei a fazer. Foi com sentido se serviço público”.

É a resposta a Pedro Passos Coelho, que no sábado considerou "uma pouca vergonha" a nomeação de Diogo Lacerda Machado para a administração da TAP. Foi o advogado, amigo de confiança do atual primeiro-ministro que dirigiu as negociações com os acionistas privados para que o Estado voltasse a ter maioria do capital da transportadora.

A notícia da escolha de Lacerda Machado - bem como do social-democrata Miguel Frasquilho para presidente do Conselho de Administração da companhia aérea - foi dada pelo Jornal de Negócios no início de março de 2017 e confirmada pela SIC então. Na altura, não foram conhecidas reações. Voltou a ser noticiada este sábado pelo Expresso.

  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.