sicnot

Perfil

Economia

PSD e CDS colam esquerda às políticas do Governo

(Arquivo)

MANUEL DE ALMEIDA

PSD e CDS-PP tentaram esta segunda-feira colar o PCP e o BE às política do Governo e ao "aumento da precariedade", durante um debate de diplomas comunistas e bloquistas sobre legislação laboral.

Rita Rato, deputada do PCP, abriu o debate no parlamento, admitindo existir uma "evolução positiva no último ano e meio" no combate à precariedade.

Contudo, acrescentou, "apenas um terço das novas contratações" é feita sem termo, havendo ainda um "combate inadiável" a travar nesta matéria.

Na intervenção seguinte, o parlamentar do PSD Álvaro Baptista sublinhou que a "precariedade não devia servir para a pantominice política" e acusou o PCP de "tentar sacudir a água do capote sobre o imenso aumento da precariedade deste Governo".

No mesmo sentido, António Carlos Monteiro, do CDS-PP, lembrou que ainda na semana passada foram discutidas matérias laborais e textos de PCP e BE, considerando que "nada de novo há à esquerda".

"PCP e BE voltam a acotovelar-se, a andar aos encontrões, para ver quem faz voz mais grossa ao Governo do PS, ao seu Governo", declarou posteriormente o centrista.

Pelo PAN, que também apresentou um projeto, embora de resolução, sobre matérias laborais, o deputado André Silva disse ser necessário combater a ideia de que os contratos a prazo surgem devido a "alegados incrementos excecionais de trabalho" por curtos períodos.

"No nosso país o mecanismo que deveria ser de absoluta exceção passou a ser a regra", corroborou a deputada bloquista Isabel Pires, insistindo na necessidade de "soluções concretas" contra a precariedade "e não de debates sem nenhuma consequência prática".

O partido ecologista "Os Verdes", por seu turno, defendeu, pelo deputado José Luís Ferreira, que "combater a precariedade é combater o desemprego", considerando que não pode haver "discriminação e desproteção" dos trabalhadores precários face aos quadros efetivos.

Já o PS, pelo deputado Luís Soares, defendeu que as alterações laborais devem passar pela concertação social, deixando a ideia de que, para combater a precariedade, é necessário haver uma maior "capacidade inspetiva" da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

"O direito do trabalho destina-se a defender a parte mais fraca, o trabalhador. Nos anos anteriores a este Governo, a esta maioria, sabemos que não foi assim", disse ainda o socialista, criticando o executivo PSD/CDS-PP, que tinha a "precariedade como virtude para o crescimento da economia".

O debate parlamentar desta tarde sobre precariedade laboral não contou com a presença de membros do Governo.

Lusa

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.