sicnot

Perfil

Economia

Parlamento aprova fim das rendas excessivas da energia

Parlamento aprova fim das rendas excessivas da energia

O Parlamento aprovou esta quarta-feira a recomendação ao Governo para acabar com as rendas excessivas da eletricidade. A proposta do Bloco de Esquerda recebeu votos favoráveis do PS, PCP e CDS. Para Jorge Costa, deputado do Bloco de Esquerda, esta alteração dá mais força ao mandato do Governo. 

  • Esquerda desafia Governo a acabar com subsídios na energia
    1:47

    Economia

    O primeiro-ministro não se compromete com o fim das rendas excessivas no setor energético. O tema foi levado ao debate quinzenal desta quinta-feira pelos três parceiros do Governo, que desafiaram António Costa a pôr fim ao que chamaram de "saque e vergonha nacional" que os portugueses pagam à EDP. António Costa lembrou que é preciso cumprir a lei, que protege esses contratos, mas assegurou que o Governo vai trabalhar para reduzir os custos das faturas da eletricidade.

  • Madrid suspende governo regional da Catalunha

    Mundo

    O chefe do Governo espanhol anunciou hoje que decidiu acionar o artigo 155º da Constituição espanhola e pedir ao Senado a suspensão das funções do governo regional da Catalunha. Em conferência de imprensa justificou a adoção das medidas dada a "desobediência rebelde, sistemática e consciente" do Governo regional (Generalitat).

    Em atualização

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.