sicnot

Perfil

Economia

Novo crédito ao consumo baixa em abril para 455 M€, revela Banco de Portugal

© Leonhard Foeger / Reuters

O novo crédito ao consumo diminuiu 3,9% em abril em termos homólogos e 23,4% face a março para 455 milhões de euros, segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

De acordo com os dados relativos à evolução dos novos créditos aos consumidores, o número de novos créditos acordados entre os bancos e os consumidores também diminuiu 13,4% em abril em termos homólogos e 22% face ao mês anterior, totalizando os 104.736 novos contratos.

A componente que mais caiu foi o crédito pessoal, sobretudo a rubrica 'Outros Créditos Pessoais (sem finalidade específica, lar, consolidado e outras finalidades)', que baixou em termos homólogos 11,6% e 3,7% face a março para 180,448 milhões de euros .

Ainda no crédito pessoal, a 'finalidade educação, saúde, energias renováveis e locação financeira de equipamentos' baixou 3,7% na variação homóloga e caiu 24,6% na variação mensal, para 3,354 milhões de euros.

No crédito concedido em 'Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto' o montante atingiu os 69,947 milhões de euros em maio, menos 22,2% face ao mesmo mês de 2016 e menos 26,1% em relação a março.

Os empréstimos para a compra de automóvel alcançaram os 201,301 milhões de euros em abril, mais 14,4% do que um ano antes, com o crédito automóvel a aumentar em todas as componentes se comparado com 2016, com uma subida de 7,6% no número de contratos assinados para 14.495. Estes valores, segundo o BdP, são ainda provisórios e sujeitos a revisões.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.