sicnot

Perfil

Economia

Portugal e Espanha fazem acordo para comprar medicamentos juntos

Amir Cohen

Os ministros da Saúde de Portugal e Espanha assinam segunda-feira, em Madrid, uma declaração de intenções para iniciar negociações sobre compras centralizadas de medicamentos entre os dois países, foi hoje a anunciado.

"Esta declaração surge no seguimento de um trabalho intenso de colaboração entre os dois países, desenvolvido no último ano, e que tem vindo a ser adotado recentemente" por outros estados europeus, segundo a mesma fonte.


Em maio, à margem da mesa-redonda de ministros da saúde, nove países europeus assinaram a Declaração de La Valletta, "um consenso multilateral que traçou objetivos semelhantes de defesa do acesso à inovação" na área do medicamento, garantindo a "sustentabilidade dos sistemas de saúde", justiça-se no documento.


O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, um dos subscritores da Declaração de La Valletta, irá agora assinar esta declaração bilateral juntamente com a ministra da Saúde, Serviços Sociais e Igualdade de Espanha, Dolors Montserrat.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49