sicnot

Perfil

Economia

Câmara de Lisboa arrecada 9,29 milhões € com venda de oito imóveis

Rafael Marchante

A Câmara de Lisboa arrecadou esta sexta-feira 9.295.202,00 euros com a venda, em hasta pública, de cinco frações autónomas e de três terrenos, informou esta sexta-feira o município, indicando que os compradores são portugueses.

Em nota enviada à agência Lusa, o diretor municipal de Gestão Patrimonial informou que, na hasta pública realizada no edifício da autarquia no Campo Grande, "apresentaram-se 17 entidades, todas portuguesas, sendo cinco particulares e 12 empresas".

Ao todo, estavam para venda "sete parcelas de terreno para construção e cinco frações autónomas para uso não habitacional", sendo que "os quatro ativos não alienados são lotes ou parcelas de terreno para construção", acrescenta António Furtado.

As cinco frações autónomas - todas vendidas - situam-se nas freguesias de Santa Maria Maior (Residências do Martim Moniz e Rua Áurea), do Lumiar (Rua Bento Jesus Caraça) e da Misericórdia (Rua do Vale).

Quanto às parcelas de terreno alienadas, localizam-se em Belém (Rua Horta e Silva), no Parque das Nações (Rua Conselheiro Lopo Vaz) e em Santa Maria Maior (Rua Áurea).

As que ficaram por vender são duas parcelas de terreno em Belém (Rua Dom Jerónimo Osório e Rua Gregório Lopes) e dois lotes de terreno no Lumiar (Quinta dos Alcoutins).

"Foram feitos 81 lanços na praça, com a maior concorrência a acontecer para uma parcela de terreno para construção na Rua do Vale, na freguesia da Misericórdia", observa o responsável.

Ainda assim, no que toca a valores, o imóvel vendido a um preço mais elevado foi uma parcela de terreno na Avenida Recíproca, arrematada por 5.940.000,00 euros.

No total, "os oito ativos alienados renderam ao município um total de 9.295.202,00 euros, quando o valor base de licitação era 8.764,000,00", adianta António Furtado.

Em comunicado hoje divulgado, a direção de campanha da candidata do PSD à presidência da Câmara de Lisboa informa que Teresa Leal Coelho "acompanhou a hasta pública de venda de património da autarquia realizada esta sexta-feira no Campo Grande".

"Teresa Leal Coelho tem vindo a denunciar a venda indiscriminada de património por parte da Câmara Municipal de Lisboa", refere a nota enviada à Lusa, assinalando que "a candidatura do PSD defende uma inversão na política de gestão do património e dos recursos financeiros" da autarquia.

"Teresa Leal Coelho assume o compromisso de acompanhar a utilização da receita que hoje será arrecadada com mais esta venda de imóveis", lê-se ainda.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.