sicnot

Perfil

Economia

Prisa, Media Capital e Altice com ações em alta

As ações das três intervenientes no negócio da venda da Media Capital por 440 milhões de euros estavam, hoje, a subir nas respetivas bolsas, onde estão admitidas à cotação.

Assim, cerca das 10:00 em Lisboa, as ações da Prisa (vendedora) subiam 15% para 3,16 euros, as da Media Capital (comprada) avançavam 3,67% para 3,11 euros e no mesmo sentido as da Altice (compradora) estavam a valorizar-se 0,45% para 20,14 euros.

O Grupo Altice anunciou, hoje, que chegou a acordo com a Prisa para comprar por 440 milhões de euros a Media Capital SGPS, SA, que detém a TVI.

De acordo com uma nota da Altice enviada à Lusa, a compra da Media Capital, por 440 milhões de euros, faz parte da estratégia global do grupo, que se manifesta disposto a oferecer mais conteúdos aos consumidores, apostando em produções e formatos locais.

"A integridade e independência editorial da Media Capital servirão de princípio norteador para os negócios de média da Altice", refere a nota.

Num comunicado, enviado à Comissão de Mercados e Valores Mobiliários (CMVM), a MEO, detida pela Altice, explica que o objeto da Oferta Pública de Aquisição (OPA) é constituído pela totalidade das 84.513.180 ações, com o valor nominal de 1,06 euros.

A MEO explica, ainda no comunicado, que a decisão surgiu "na sequência da celebração, no dia 13 de julho de 2017, após o encerramento do mercado em Portugal, de um contrato de compra e venda de ações com a Promotora de Informaciones, S.A. ("PRISA"), para a aquisição de ações representativas de 100% do capital social da Vertix, SGPS, S.A. ("Vertix"), que é titular de ações representativas de 94,69% dos direitos de voto do Grupo Media Capital, SGPS, S.A".

No início de junho, a Blomberg avançou que o grupo espanhol estaria em negociações com a Altice para a venda da TVI, o que levou a um pedido de esclarecimentos por parte da CMVM.

No passado dia 25 de junho, a Altice confirmou à CMVM que tinha iniciado "interlocuções exploratórias" para a eventual compra da participação do grupo espanhol Prisa na Media Capital, dona da TVI.

Também no final de junho, na assembleia-geral de acionistas, o presidente do Conselho de Administração da Prisa, Juan Luis Cebrián, já tinha falado da necessidade da empresa de "redução do seu perímetro", numa alusão à venda de ativos.

Entretanto, a Altice marcou para as 11:00, de hoje, uma conferência de imprensa, em Lisboa.

Lusa

  • Buscas no Benfica, P. Ferreira, V. Setúbal e Desportivo das Aves

    Desporto

    A Polícia Judiciária do Porto está a fazer buscas à SAD do Benfica, no Estádio da Luz, e ainda ao Paços de Ferreira, Desportivo das Aves e Vitória de Setúbal. Em causa estão alegados crimes de corrupção desportiva e fraude fiscal. O clube da Luz já reagiu em comunicado.

    Em atualização

  • Sousa Cintra e Comissão de Gestão analisam futuro do Sporting
    2:37

    Crise no Sporting

    Sousa Cintra reuniu-se hoje com a Comissão de Gestão para analisar o que fazer no Sporting, depois da tomada de posição de Bruno de Carvalho. O presidente que foi destituído do cargo na Assembleia Geral de sábado, depois de dizer que se ia afastar, deixou depois a garantia de que vai impugnar a reunião magna do clube e vai a eleições.

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Gato reencontra dono 10 anos depois de ter desaparecido

    Mundo

    A Blue Cross recolheu no mês passado um gato que tinha sido dado como desaparecido em 2008, num altura em que o dono Mark Salisbury residia em Ipswich, Suffolk, no Reino Unido. Graças ao microchip de Harry, a associação britânica que se dedica à proteção animal, conseguiu localizar Salisbury, que agora vive em Gloucestershire.