sicnot

Perfil

Economia

Costa diz que "matar o turismo" não é solução para habitação no Porto e Lisboa

Hugo Delgado

O secretário-geral do PS afirmou este domingo que a solução para a habitação "não é matar o turismo", mas tornar Lisboa e Porto "cidades da diversidade", salientado que "não se pode expulsar as classes médias" daqueles centros urbanos.

No Porto, na apresentação da candidatura de Manuel Pizarro à Câmara Municipal do Porto como cabeça de lista pelo PS, António Costa apontou mesmo a habitação como "uma das políticas centrais" da legislatura, lamentando que o país tenha abandonado no final dos anos 90 o "esforço" das políticas públicas naquela área.

"Deixem-me ser muito claro sobre isso. A solução não está em matar o Turismo, porque o Turismo é uma componente fundamental das cidades, o que isso tem transformado Lisboa, o que isso tem transformado o Porto", disse, num discurso muito pautado pelo clima autárquico da cidade do Porto, com elogios à lealdade de Manuel Pizarro enquanto vereador ao presidente da autarquia portuense, Rui Moreira, com quem chegou a ser equacionado concorrer nas eleições de 1 de outubro.

Para o líder socialista, "a solução está em ter uma cidade da diversidade, uma cidade para todos, onde todos caibam, onde caibam aqueles que aqui procuram refúgio porque fogem da guerra da Síria, que vem para cá estudar (...), que caibam cá aqueles estrangeiros que cá querem viver porque aqui encontraram o amor para poderem construir a sua vida".

António Costa explanou que "não basta ter um bom aeroporto, ter boa gastronomia, bons bares, ter as Galerias de Paris, estar na onda, para que os turistas venham visitar as cidades", porque, salientou, "o turismo de cidade vem à procura de experiência nova, daquilo que é diferente e aquilo que dá diferença são as pessoas que lá vivem".

Por isso, Costa deixou um aviso: "Se queremos cidades vivas e coesas não podemos expulsar as classes médias das cidades, se queremos cidades com vida, temos que ter as novas gerações e os jovens a viver nos centros das cidades", alertou.

"Aqui têm direito a viver aqueles que querem visitar-nos como turistas, mas aqui têm que ter direito também a viver os que simplesmente são portuenses e que querem continuar a ser portuenses", afirmou.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.