sicnot

Perfil

Economia

Fed multa BNP Paribas em 214 milhões de euros por práticas inadequadas

A Reserva Federal multou o BNP Paribas e algumas sucursais do banco francês nos Estados Unidos em 246 milhões de dólares (214 milhões de euros), por "práticas inseguras e inadequadas" nos mercados cambiais.

A Reserva Federal (Fed) multou o BNP Paribas e algumas sucursais do banco francês nos Estados Unidos em 246 milhões de dólares (214 milhões de euros), por "práticas inseguras e inadequadas" nos mercados cambiais.


Em comunicado hoje emitido, a Fed indica que decidiu esta multa "depois de ter encontrado deficiências do BNP Paribas na supervisão e nos controlos internos sobre os 'traders' [corretores] que compram e vendem dólares norte-americanos e divisas estrangeiras para as contas da empresa e dos clientes".


"A empresa não conseguiu detetar nem resolver o facto de os seus corretores usarem janelas de conversação eletrónicas para comunicarem com os concorrentes sobre suas posições comerciais", explica a Fed.


A instituição liderada por Janet Yellen acrescenta que pediu ao BNP Paribas para "melhorar a supervisão e os controlos de gestão relacionados com as negociações cambiais" da empresa.


Em janeiro, a Fed já tinha proibido o antigo corretor do BNP Paribas Jason Katz de participar na indústria bancária por ter manipulado os preços dos mercados cambiais.


Na altura, também proibiu o banco de readmitir antigos trabalhadores que tenham sido envolvidos em situações semelhantes.

Lusa

  • Criança de 2 anos desaparecida em Sintra

    País

    As autoridades estão este domingo a fazer buscas na zona do bairro de Santa Marta, em Casal de Cambra, Sintra, na sequência do alerta do desaparecimento de uma criança de dois anos, segundo fonte da PSP.

  • Fotografia que junta miss Israel e miss Iraque gera polémica
    1:28

    Mundo

    As candidatas a Miss Universo já se começaram a juntar em Las Vegas, nos Estados Unidos, onde irá decorrer a cerimónia, no próximo fim de semana. Um evento que já está a dar que falar e tudo por causa de uma fotografia, que junta as misses do Iraque e de Israel.