sicnot

Perfil

Economia

2017 foi o ano mais seguro na história da aviação comercial 

As grandes companhias aéreas de voos comercias terminaram 2017 sem registo de acidentes com vítimas mortais. O ano é mesmo o mais seguro deste que há registo de sinistros na história da aviação comercial.

De acordo com a consultora holandesa To70 e a Aviation Safety Network, site especializado no registo de acidentes aéreos, "2017 foi o ano mais seguro de sempre na história da aviação", avançou à agência Reuters Adrian Young, da To70, no primeiro dia de 2018.

Darren Whiteside/ Reuters (Arquivo)

A Aviation Safety Network refere que há registo de 10 acidentes de aviação com vítimas mortais, mas nenhum com aparelhos de companhias aéreas de transporte de aviação civil, as chamadas companhias de bandeira. Destes sinistros resultou a morte de 44 passageiros e 35 pessoas em terra.

Estes dados incluem as 12 vítimas mortais do acidente com um voo não comercial registado com um Cessna 208B Grand Caravan, a 31 de dezembro, que caiu numa área montanhosa perto da cidade de Punta Islita, na Costa Rica.

No acidente com o Cessna 208B Grand Caravan morreram 10 passageiros norte-americanos e dois pilotos costa-riquenhos.

No acidente com o Cessna 208B Grand Caravan morreram 10 passageiros norte-americanos e dois pilotos costa-riquenhos.

Handout / Reuters

Em 2016, registaram-se 303 mortes em 16 acidentes com aviões de companhias comerciais.

Os números divulgados ontem referem-se apenas aos aparelhos comerciais civis de transporte de passageiros e aos voos fretados para levar pelo menos 14 passageiros. A estatística não incluem, por isso, o acidente com uma aeronave militar birmanesa que, a 7 de junho, causou 122 mortes.

Nas duas últimas décadas, o número de vítimas mortais em acidentes aéreos tem vindo a diminuir. Em 2015, registou-se uma média de 1,015 mortes por cada voo comercial efetuado em todo o mundo durante esse ano.

O último acidente com vítimas mortais que envolveu um avião de uma companhia aérea de bandeira aconteceu em novembro de 2016, em Medellín, na Colômbia, e foi em outubro de 2015, no Egito, que teve lugar o mais recente desastre com um voo comercial que registou mais de 100 mortes.

  • Previsão de queda de neve amanhã em 10 distritos

    País

    Dez distritos de Portugal continental vão estar na quinta-feira sob aviso amarelo devido à previsão de queda de neve, indicou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Aveiro, Bragança, Guarda, Viseu, Castelo Branco e Coimbra vão estar a partir das 6:00 e até ao final do dia sob aviso amarelo devido à previsão de queda de neve acima dos 1.200/1.400 metros, descendo a cota para 800 metros.

  • Sismo de 3,1 com epicentro a 8 km de Almodôvar

    País

    Um sismo de magnitude 3,1 na escala de Richter com epicentro a cerca de oito quilómetros a nordeste de Almodôvar, distrito de Beja, foi hoje sentido no continente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

  • ADSE quer poupar 29 milhões com nova tabela de preços
    2:50

    Economia

    A nova tabela de preços - que a ADSE quer que entre em vigor a 1 de março - pretende poupar 29 milhões de euros, nos cuidados de saúde prestados fora das unidades públicas aos funcionários do Estado. Os hospitais privados consideram a proposta irreal e ameaçam pôr fim aos acordos com a ADSE.

  • Paris afetada por praga de ratos
    1:03